terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

HUNALD ALENCAR

Por: Allan de Oliveira.
Contato: allantbo@hotmail.com


Fonte da foto: http://www.antoniomiranda.com.br/poesia_brasis/sergipe/hunald_de_alencar.html

Hunald Fontes de Alencar é estanciano, nascido em 10 de novembro de 1942, sendo filho do poeta Clodoaldo de Alencar e Dona Eurydice Fontes de Alencar. Graduou-se em Ciências Jurídicas e Sociais, e atuou como professor de Língua Portuguesa e Literatura, jornalista, teatrólogo, diretor da Galeria de Arte Álvaro Santos (Aracaju), compositor musical e letrista. Foi premiado em vários festivais de música. Com a obra Vassalaghems das Pedras, ganhou o prêmio “Santo Souza” pela prefeitura de Aracaju.


Cultivou da poesia, do conto, e do Romance. Ocupa a cadeira Nº 10 da Academia Sergipana de Letras.

ESTANCIANA

Hunald de Alencar
(Do livro inédito "ALVENARIA DA ÁGUA")

Senhora de Guadalupe
Era a lágrima da tarde:
Da janela se avistavam
Duas torres de saudades.

Os cristais eram mais belos
Com os verões juvenis:
O piano tinha uma sala
Povoada de boleros.

Mas era a brisa das águas
O bosque dos pensamentos:
As correntezas morenas
Dentro da carne dos ventos.

E quando a noite moldava
Os azulejos sombrios,
Senhora de Guadalupe
Recolhia as torres tristes
Na orfandade do rio.

(In: http://clodoaldoalencar.blogspot.com.br/2009/05/hunald-alencar-estanciana.html)


OBRAS:

* Tempo de Leste

* Oito poemas densos

* Verde silêncio da semana

* Poemas de Kandor ou a Escravidão dos Deuses

* Uma vez em Dolduvai

* Elogio dos peixes ágeis

* Solidão das palavras

* Ária Suspensa

* Vassalaghems das Pedras


REFERÊNCIAS:

BLOG DO ALENCAR. Hunald Alencar - Estanciana. Disponível em: <http://clodoaldoalencar.blogspot.com.br/2009/05/hunald-alencar-estanciana.html>. Acesso em: 02 de out. de 2013.

POESIA SERGIPANA - Brasília, 1988 - Antologia org. por José Olyntho e Márcia Maria.

YAHOO BRASIL! RESPOSTAS. Procura-se autor Hunald de Alencar?. Disponível em: <http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20070723093729AAfZLFO>. Acesso em: 02 de out. de 2013.

Nenhum comentário:

Postar um comentário