quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

CARMELITA FONTES¹

Por: Allan de Oliveira.
Contato: allantbo@hotmail.com


Fonte da foto: http://nossoliterariobloguinho.blogspot.com.br/

A autora Carmelita Pinto Fontes nasceu no município de Laranjeiras (SE) a 01 de fevereiro 1933. É poetisa, contista, cronista, jornalista, e teatróloga. Teve como profissão a de professora de Língua Portuguesa, Literatura Brasileira e Portuguesa. Licenciada em Letras e pós-graduada em Linguística, Literatura Francesa, Literatura Híspano-Americana e estudou curso de especialização em Lisboa. Em 1962 fundou a Academia Sergipana de Jovens Escritores. Publicou livros de poesias em parceria com Gizelda Morais.

Carmelita Fontes também fez parte do Conselho Estadual de Cultura, do Conselho Estadual de Educação, e Diretora da revista da UFS, tendo desenvolvido várias atividades referentes às culturas.

Sua maior obra é considerada o livro de poemas Tempo de Dezembro, lançado em 1982.


Incerta Incerteza

Já não se se te amei como devia
Já não sei se te quis como eu queria
Sei que te amei bem mais de que podia
Mais tempo do que eu tinha para amar

Não sei se me esqueci pra te lembrar
Não sei se me perdi pra te buscar
Sei que te busquei mais do que sabia
Menos do que se sabe pra encontrar

Não sei se te venci ou me venceste
Não sei se te perdi ou me perdeste
No jogo que arrisquei pra te querer
Só sei que te perdendo sem cessar
Um dia deixarei de te lembrar
Um dia cansarás de me esquecer.

Trânsito

A multidão
Acendeu os olhos
Na pista dos meu sonhos
      E engoliu as curvas dos meus passos

         - O tempo desbotou o verde
         deixado nos faróis.

E eu estou parada
Na noite
Acendendo em cada esquina

             Um sinal vermelho.

As casas

Fechadas
Caladas
..........................
Sementes de gritos
Que não brotam
E se congelam

        Suspensos
        Sob telhas mortas

Abertas
Vazias
.....................
Jazidas construídas
De mágoas coaguladas
Despejadas

       Na foz
       De cada rua


OBRAS²

Poesias:

Baladas do Inútil Silêncio (1964) [Parceria com Núbia Marques e Gizelda Morais]

Tempo de Dezembro (1982)

Verde outono (1982) [Parceria com Núbia Marques e Gizelda Morais]

Teatro:

O lenho e a espiga

E uma estrela apareceu

As uvas Ainda não há lugar

_________________________
¹ Ao percurso que forem coletadas mais informações, estas serão incrementadas ao texto para ampliá-lo cada vez mais.
² Além dessas obras, a autora também publicou vários textos e crônicas em jornais de Aracaju e de Lisboa.


REFERÊNCIAS:

AGÊNCIA SERGIPE DE NOTÍCIAS: Escritora Carmelita Fontes será homenageada dia 1º de fevereiro. Disponível em: <http://www.agencia.se.gov.br/noticias/leitura/materia:17741/escritora_carmelita_fontes_sera_homenageada_dia_1_de_fevereiro.html>. Acesso em: 13 de nov. de 2013.

E-SERGIPE – Conheça os autores sergipanos homenageados no #LeiaSergipe. Disponível em: <http://www.e-sergipe.com/noticias/conheca-os-autores-sergipanos-homenageados-no-leiasergipe/>. Acesso em: 13 de nov. de 2013.

POESIA SERGIPANA - Brasília, 1988 - Antologia org. por José Olyntho e Márcia Maria.

WAGNER LEMOS.COM.BR: Autores sergipanos por ordem alfabética pelo sobrenome de A-G. Disponível em: <http://www.wagnerlemos.com.br/autores.htm>. Acesso em: 13 de nov. de 2013.


2 comentários:

ALINA PAIM: “Uma autora esquecida por causa do seu marxismo”

(Fonte da foto: https://www.destaquenoticias.com.br/sergipana-escritora-comunista-e-silenciada/ ) Por: Allan de Oliveira. Conta...